Conselho Tutelar Promove Palestra Sobre Prevenção e Gravidez na Adolescência.

No dia 20 de fevereiro de 2020, o Conselho Tutelar de São José das Missões, com fundamento no Art. 136 do Estatuto da Criança e do Adolescente, através do Programa de Prevenção e Gravidez na Adolescência criado em 2019 pelo Ministério dos Direitos Humanos, promoveu na Escola Estadual de Ensino Médio Castro Alves uma palestra para os alunos da rede municipal e estadual, em parceria com o CMDCA, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, Brigada Militar e Assistência Social.

A palestrante Dra. Maísa Facchi, profissional da medicina que atende à Unidade Básica de Saúde de São José das Missões, convidada para ministrar sobre o tema, ressaltou os riscos que uma gravidez precoce pode trazer para a vida das jovens, a desestruturação pessoal, emocional, social e familiar. Também alertou para os riscos de Doenças Sexualmente Transmissíveis durante uma relação sexual sem os métodos de prevenção conforme os dados estatísticos mostrados durante o encontro com os alunos da rede escolar.

Durante o encontro com os alunos, a Dra. Maísa, também mostrou os números alarmantes de meninas que engravidaram na adolescência no último senso realizado aqui no Brasil, que ultrapassa a marca de 500 mil jovens.

O evento contou com a presença dos representantes do Conselho Escolar, e Setores de Atendimento da rede municipal de atendimento.

O Coordenador do Conselho Tutelar de São José das Missões, Raniel Henrique de Souza, ressaltou que, nessa nova gestão, o novo colegiado busca realizar um trabalho preventivo, educacional e social no que lhe confere e Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente, uma vez que o método preventivo reflete resultados mais eficazes e eficientes.

O novo colegiado do Órgão de Proteção do Municipal, na ocasião foi apresentado aos alunos e demais presentes durante o evento, e também contou com a fala do Sargento Marcos Porto que trouxe algumas orientações a respeito dos cuidados que os jovens precisam ter em relação a suas condutas, buscando sempre ter em mente que nós seres humanos somos livres para nos expressarmos, mas que tudo tem seu tempo e sua hora certa para as coisas possam acontecerem.

Matéria/foto: Conselho Tutelar de São José das Missões.